A dependência ao álcool começa em casa

jovens dependentes do álcool
Tratamento para Alcoólatra

Tratamento para Alcoólatra

Mesmo que, em pleno século 21 essa não seja exatamente uma novidade, ainda existem pessoas que se recusam a aceitar e refletir sobre este fato; a dependência ao álcool entre os mais jovens começa dentro de casa. A história é sempre a mesma: um ou mais adultos presentes na residência consomem bebidas alcoólicas deixam os mais novos experimentarem sobre o pretexto de que um pouco não faz mal.

Pode até ser verdade de que bebida alcoólica consumida com moderação não cause tantos problemas à saúde física ou mental dos mais jovens, porém, grandes quantidades trazem prejuízos gigantescos a adolescentes e adultos, e ninguém nunca começa um vício pela parte final, o futuro dependente do álcool começa com pequenos e “inocentes” goles.

“Inocentes” porque são tomados, normalmente, em ocasiões de alegria para a família, como festas de aniversários e confraternizações de natal ou final de ano. Um gole de cerveja, uma “bicada” no vinho ou no champanhe e tudo começa.

Os mais novos repetem o comportamento dos mais velhos

O gosto das bebidas alcoólicas, em um primeiro momento, não agrada tanto aos mais novos, mas parece que a curiosidade em descobrir a razão pela qual aquelas bebidas atraem tanto os mais velhos, vence a rejeição primária.

Vários estudos realizados no mundo inteiro apontam que os mais novos repetem o comportamento dos mais velhos, afinal, somos nós, os adultos, os modelos das crianças na transição do tempo. Se insistimos em beber, cerveja, por exemplo, então é porquê há algo nessa bebida que é agradável e socialmente estatutário.

Falta de apoio nos percalços da juventude

Você já percebeu que ninguém mais dá “parabéns, muita paz e saúde” ou “feliz aniversário”, simplesmente?

A moda agora é dizer “desejo sucesso em sua vida”. O sucesso se tornou fundamental na sociedade em que vivemos, pressionando jovens e adultos a conquistarem bens materiais e status na vida para corresponder o anseio e a expectativa dos pais e dos outros adultos ao seu redor que significam algo a eles, como outros parentes ou mesmo seus professores ou chefes no primeiro emprego.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) já informou que estudos feitos em diversas partes do planeta mostrou que a pressão social e fracassos na adolescência como notas ruins ou mesmo rejeição amorosa, podem levar os jovens ao vício do álcool.

Aumentam as chances quando este jovem já foi introduzido, mesmo que previamente, ajuda ainda mais para que os jovens caiam na tentação do vício no álcool.

Evidentemente, casos mais extremos de problemas sociais, como violência doméstica ou acidentes fazem disparar as possibilidades de os jovens sucumbirem a dependência alcoólica.

Tratamento e prevenção

Dependência do álcool

Dependência do álcool

Não deixe suas crianças serem crianças o máximo de tempo possível. Ninguém está dizendo que eles devem ser postos em uma redoma protetora, porém, bebida alcoólica é coisa de adulto e a prevenção é o melhor remédio contra o risco de dependência.

Mas se conhece alguém que já chegou ao ponto crítico, o passo seguinte é enviar o jovem para tratamento especializado o mais rápido possível. Procure a Clínica Liberdade e receba todo apoio e orientação no processo. Quanto mais rápido o jovem se livrar do vício do álcool, mais rápido ele, ou ela, poderá aproveitar as maravilhas dos anos dourados da juventude.