Todos estão sujeitos ao vício

Todo mundo está sujeito a se viciar, depende de cada um resistir ou não.

O mundo das celebridades é visto por muitos como um paraíso, uma vida regada a muito luxo, glamour e fama. É bem verdade que isso acontece mesmo, não tem como negar e querer fugir disto. Porém, nem todos estes famosos estão preparados para esta fama repentina ou precoce, como acontece na maioria dos casos.

Nestes casos, se a pessoa não tem um suporte forte da família ou assessores por trás, muitos destes artistas promissores acabam se perdendo e tendo suas carreiras interrompidas ou até mesmo sendo encerradas. Não são poucos os exemplos de pessoas que perderam o rumo e acabaram caindo na tentação de se aproximar de falsos amigos, que o acabam levando para o caminho errado das drogas e os tornando dependentes químicos.

Dependência das Drogas

Dependência das Drogas

Felizmente, para muitos destes famosos, há a salvação, dinheiro e auxilio para se internarem em uma clínica de reabilitação para assim, conseguirem largar esse enorme problema e retomarem a sua carreira de onde parou ou até mesmo do zero, como acontece, em sua maioria.

Reviravoltas na vida

Quando se diz famosos, podemos dizer também grandes atletas mundiais. Um dos mais recentes e que surpreenderam negativamente o mundo do esporte foi o caso de Michael Phelps, o americano, rei das piscinas, que conquistou a incrível marca de 8 ouros em 8 provas nas Olimpíadas de Pequim, em 2008. Contudo, toda a fama parece que não foi o suficiente para satisfazer o atleta. Por ser um esportista, se pensa que dificilmente deva usar drogas, pois precisa estar com a saúde em dia para treinar e atuar em alta performance. Mas com Phelps foi diferente, o nadador acabou se envolvendo em muitas polêmicas, como dirigindo alcoolizado e até fotos fumando maconha ele já foi flagrado. E como ele mesmo disse uma vez “Eu não queria viver mais”, muito forte esta frase para os seus fãs.

Porém, para a alegria de seus fãs e de todo o povo americano, o atleta se diz preparado e pronto para competir nas Olimpíadas do Rio de janeiro em 2016. Uma reviravolta tamanha, que parece ter tomado conta de Phelps, que se vê muito motivado a retomar a carreira que o fez um dos ícones mundiais no meio do esporte.

Nem sempre é possível retornar

Este é o lado bom, quando o sucesso do tratamento é eficaz e consegue livrar a pessoa de ser um dependente químico. Contudo, outros famosos não tiveram a mesma sorte e viram as suas carreiras serem interrompidas completamente. Para citar um caso famoso, podemos falar sobre o ator Macaulay Culkin, famoso artista da década de 90, interpretando filmes de muito sucesso como “Esqueceram de mim”. Porém, todo esse sucesso repentino acabou tendo uma pausa, devido ao uso constante de drogas. Macaulay era sim dependente químico e precisou ser internado em uma clínica de reabilitação para tentar se livrar desse vício. Porém, mesmo dizer estar livre, sua carreira nunca mais decolou e o que era para ser uma carreira de sucesso, agora é apenas história e memória para quem viveu e assistiu aos seus filmes.

Internação de tratamento para vícios

Internação de tratamento para vícios

Outra famosa que passou por momentos delicados e parecidos com o ator americano, foi a também atriz Lindsay Lohan. Famosa por interpretar filmes como “Herbie, meu fusca turbinado”, e ainda criança o filme “Operação cupido”, ela acabou não suportando tal fama repentina e o mal acompanhamento por parte dos parentes e uma boa assessoria, ela acabou tendo que dar uma pausa na carreira, devido ao seu tratamento para dependentes químicos e sua prisão pelo mesmo problema. Porém, diferente de Macaulay Culkin, ela tenta ressurgir na carreira e esquecer este passado tenebroso que viveu.