Internação Involuntária

A Internação Involuntária visa amparar parentes de usuários de drogas em graus mais elevados de dependência química, em que o paciente não consegue mais responder por seus próprios atos. Com respaldo de profissionais qualificados, a Clínica Liberdade visa a recuperação e reabilitação do usuário de drogas, devolvendo-o ao convívio social e familiar. A solicitação para a Internação Involuntária pode ser feita por parentes diretos, ou com respaldo jurídico pelos indiretos, casos dos avós, tios e irmãos.

A internação involuntária é a ajuda aos desesperados

Os usuários de drogas, em muitos casos, não têm consciência sobre o quanto seu vício afeta negativamente a estrutura familiar. Nestes casos, parentes consanguíneos, como pais e filhos, podem solicitar a internação involuntária, que, diferente da internação compulsória,  não requer ordens ou acompanhamento judicial.

O consumo de drogas expõe o pior lado do ser humano, frisando todas as ações que uma pessoa pode tomar para sustentar as condições momentâneas de prazer. A perda da consciência e os ataques de abstinência marcam a realidade que afetam o usuário, familiares e amigos próximos. A internação involuntária ajuda o indivíduo, mas também oferece esperança e alívio para os familiares, que anseiam por uma reabilitação de seu ente querido.

Uma das grandes características dos dependentes químicos é a negação ao vício, e isso implica na dificuldade em começar um tratamento que o reabilite. Nem sempre o diálogo com um dependente químico funcionará de modo que a opção pelo tratamento do vício será bem recebido, e em algumas situações o indivíduo pode acabar se afastando daqueles que o querem bem, fazendo com que as drogas se tornem uma condição ainda mais forte para ele, para esses casos é recomendada a Internação Involuntária.

Para a internação involuntária acontecer, os familiares precisam manter as esperanças e nunca desistir!

O processo de tratamento do usuário não pode ser uma iniciativa estimulada somente pelo próprio dependente. O apoio familiar deve acontecer de todas as formas, até porque o grande problema em eliminar as substâncias químicas de seu corpo e desvincular psicologicamente o vício é uma tarefa muito difícil. Em grande parte dos casos, o dependente se fará contrário ao tratamento, uma vez que o mesmo estará influenciado pelos efeitos da substância e ele não consegue perceber todos os estragos causados pela droga ou pelo álcool. É ai, que a internação involuntária deve ser procurada, para que soluções sejam encontradas, e que a recuperação física, mental e psicológica do paciente venha a acontecer.

Quando a internação involuntária é necessária

São nos momentos em que há mais dor nos lares que é percebida a necessidade da internação involuntária. Os parentes, por conhecerem a personalidade real da pessoa, conseguem perceber o quanto a dependência química alterou a forma de agir e o convívio. Quando essa situação atingir um limite saudável a intervenção de profissionais especializados será fundamental para resgatar a pessoa o universo das drogas. Por intermédio da Internação involuntária, não somente o paciente irá se recuperar, mas também aqueles em seu convívio.

Entre em contato com a Clínica Liberdade e entenda como funciona a internação involuntária e conte com os métodos especiais e profissionais altamente qualificados para garantir o sucesso na reabilitação do paciente. Conheça nossas instalações e todas as ações necessárias para que qualquer condição de dependência possa ser removida e o indivíduo possa reestruturar sua vida. Compreendendo os papéis cabíveis a cada um, o sucesso do tratamento fica mais próximo.

 

Etapas

Resumo das etapas

1. Desintoxicação

imagem-tratamento

Ao iniciar o tratamento para dependência química, o paciente passa por uma série de exames laboratoriais para saber como está seu estado físico e se a droga atingiu algum de seus órgãos. Durante esta etapa, o paciente será assistido de perto pelos médicos, e pela equipe de enfermagem, passando por um processo medicamentoso para amenizar os efeitos da abstinência e acelerar o processo de desintoxicação.

2. Concientização

imagem-tratamento2

Nesta etapa, o paciente restaura seus valores afetados pela dependência química, estabelecendo condições para absorver as modificações, e com o apoio da equipe técnica consiga desenvolver habilidades necessárias, e utilizar as ferramentas úteis para estabelecer uma nova maneira de pensar e viver.

3. Reinserção Social

imagem-tratamento3

Na última fase do tratamento, o paciente trabalhará com as dificuldades de ressocialização apresentadas durante todo o processo. A conscientização do retorno à sociedade será exercitada com toda a equipe, para enfrentar as dificuldades existentes (pós-internação) e também quanto ao que deve ser evitado. O apoio familiar é fundamental para o sucesso.

Somos especialistas em tratamento de dependentes químicos,
contamos com profissionais especialistas e com estruturas de alta qualidade

Nossos Depoimentos

Confira abaixo os relatos dos pacientes que ajudamos mudar de vida após os problemas com a dependência.

Saiba porque nos escolher

Abaixo listamos quais são os principais motivos para escolher a Clínica Liberdade

  • 01 Mais de 650 famílias atendidas nos mais de 4 anos de trabalho

  • 02 Possuímos todos os registros necessários, como CRM, Corem e Anvisa

  • 03 Tratamos nossos pacientes como se fossem da família

  • 04 Contamos com profissionais apaixonados pelo que fazem

  • 05 Desenvolvemos uma metodologia que realmente funciona

  • 06 Ótimos resultados pós tratamento, acima da média

  • 07 Bom relacionamento com a família e pessoas diretamente interessadas

  • 08 Contamos com excelentes estruturas, com piscinas, saunas e jogos em geral

  • 09 Recebemos alguns prêmios de destaque e qualidade em tratamento

  • 10 Plantão 24 horas por dia, 7 dias por semana, 30 dias por mês.

Visite nosso Blog

Também preparamos conteúdos diversificados para ajudar quem busca incentivo e apoio para começar o tratamento em nosso blog, para você conhecer nosso trabalho e quais são as nossas propostas terapêuticas.